Mais empatia para as crianças

Um dos sentimentos que considero mais importante para transmitir às crianças é a empatia. Nos colocar no lugar dos outros para tentar entender suas angústias, o que os afeta. Isso nos possibilita agir de forma ética, ter bons relacionamentos e viver mais felizes. Nas crianças, a empatia é fundamental para prevenir bullying e outras formas de crueldade. E nós, mães e pais, podemos cultivar nos pequenos essa capacidade.

Veja essas 5 dicas inspiradas num estudo da Universidade de Harvard (EUA), que considero fundamentais para tornar nossos filhos seres humanos melhores:

1- Seja um exemplo, pois as crianças aprendem observando os próprios pais.

2- Faça da generosidade uma prioridade. Por que, em vez de apenas dizer. por exemplo, que a coisa mais importante é que seu filho seja feliz, ir além e falar que “o mais importante é que você seja uma boa pessoa E seja feliz”?

3- Encoraje-o a se colocar no lugar dos outros, discuta questões éticas que surgirem no dia a dia, na escola, TV, etc.

4- Seguindo a dica anterior, expanda o círculo de pessoas com quem eles devem se preocupar, fora do grupo familiar: pessoas em situação de rua, um personagem de filme que esteja sofrendo uma injustiça, etc.

5- Ajude as crianças a terem autocontrole. Às vezes, a capacidade de se importar com os outros está embaçada por sentimentos negativos como raiva, vergonha ou inveja. Ajude seus filhos a se livrarem desses sentimentos e, assim, liberarem a empatia em seus corações.

Leave a comment