Inimigos do sono do bebê

A hora de dormir parece um pesadelo na sua casa? Te darei pistas para você acabar com os vilões do sono.
Seu filho tem uma ótima saúde, é uma crianças adorável, mas… não dorme bem? Calma! Uma pesquisa online comprovou que muitos pais passam por esse momento de dificuldade na hora de pôr os pequenos para dormir.
Descubra agora os vilões que rodeiam a sua casa à noite:

1- Falta de Rotina:
A falta de horários estabelecidos torna esse momento mais complicado.
Solução: organize e estabeleça rotinas, com horário para tomar banho, comer, curtir com a família e dormir. Cumpra o que for estipulado!

2- Temperatura Errada
Como dormir no frio ou no calor demais? Esse é um fator que pode atrapalhar o sono e deixar a crianças desconfortável.
Solução: preste atenção na temperatura do quarto, no pijama que ela está usando, se precisa de meias e cobertores.

3- Camas Diferentes
Imagina despertar no meio da noite em um lugar diferente, isso acontece quando a criança dorme no colo, no carrinho ou na cama dos pais e acorda na sua própria cama, isso a deixa confusa e amedrontada.
Solução: ensine a criança a dormir por conta própria (isso pode começar no 6º mês de vida). Crie um ritual do sono (banho, jantar, higiene bucal…) e a coloque na cama dela e fique ao lado, cante ou conte uma história, a deixando calma e relaxada pronta para dormir. Tente também oferecer um bichinho de pelúcia para que ela não se sinta sozinha.

4- Iluminação ou Barulho em Excesso
O hormônio que faz o ser humano adormecer é a melatonina, ela é liberada pelo organismo toda noite, quando a luz diminui e o ambiente fica mais escuro. Para poder facilitar a atuação dessa substância, evite manter muitas lâmpadas acesas, isso ajudará o seu filho a pegar no sono. Evite também muitos barulhos, isso gera curiosidade na criança e a faz ficar dispersa, querendo participar da bagunça.
Solução: quando a noite cair, comece a escurecer a casa apagando luzes muito claras e minimize os ruídos, abaixando o som da TV, por exemplo.

5- Excesso de Atividade Física
Os esportes e brincadeiras que movimentam o corpo são fundamentais para o desenvolvimento da criança e precisam ser incentivadas. Por serem atividades estimulantes, elas deixam as crianças mais ativas e despertas, e devem ser feitas, no máximo, até as 18 horas.
Solução: caso seu filho esteja matriculado em uma aula esportiva que vá além das 18 horas, considere o trocar de horário, mas caso não seja possível, em casa, durante a noite, prefira brincadeiras mais tranquilas, que vá aos poucos acalmando a criança, como: quebra-cabeça, dominó, jogo da memória, são ótimas opções para toda a família.

6- Ronco
Todo ronco é preocupante, ele sinaliza que há algo de errado e pode indicar uma apneia, que é quando a respiração é interrompida repetidamente durante a noite e a criança não descansa como deveria.
Solução: Converse com o seu pediatra, cada paciente é único e somente o médico pode indicar a melhor maneira de proceder.

7- Telas Demais
O excesso do uso de eletrônicos (smartphones, tablete, videogame, televisão, computador…) não é benéfico para as crianças, ainda mais antes de ir dormir, isso porque eles estimulam e ainda inibem a produção de melatonina.
Solução: especialistas recomendam que os eletrônicos devem ser deixados de lado 1 hora antes de colocar as crianças na cama. Aposte em jogos de cartas, tabuleiros, leitura de livros, canções ou simplesmente um bate-papo.

8- Terror Noturno
Diferente do pesadelo, o terror noturno é a situação em que a criança se senta na cama e começa a chorar, gritar, respirar de forma ofegante. Como o próprio nome diz, é uma experiência assustadora; ainda não se sabe ao certo, mas passar por situações estressantes ao longo do dia pode contribuir para o quadro.
Solução: quando isso ocorrer, acalme o seu filho, abrace-o e faça com que se deite e volte a dormir. Caso persista, procure o seu pediatra.

9- Alimentação Inadequada
Se a criança se alimentou de forma muito pesada e logo depois foi deitar, isso pode atrapalhar e prejudicar o seu sono.
Solução: Tente servir o jantar duas horas antes da criança ir deitar, deixando de lado as frituras, a cafeína e os doces, eles são estimulantes e não ajudará o sono do meu filho. Aposte em combinações saudáveis e da fácil digestão, uma boa dica é dar chá de camomila, jasmim ou erva-doce, isso ajuda a relaxar e diminuir a ansiedade.

10-Bruxismo
Ranger e apertas os dentes durante a noite é sinal de bruxismo, as causas são variadas e incluem uma série de fatores, como roer as unhas, excesso de tensão e nervosismo. Isso pode começar desde cedo, na presença dos primeiros dentinhos, atrapalhando o sono da criança.
Solução: consulte um odontopediatra, ele avaliará a situação e investigará suas causas.

11-Medos e Pesadelos
Pode ser do monstro embaixo da cama, uma bruxa atrás da porta ou o simples barulho do vento na janela. Esses medos quando manifestados em forma de pesadelo é normal, levando a criança a apresentar resistência na hora de dormir, com receio que esse pesadelo venha pegá-la no quarto escuro.
Solução: se seu filho diz que não quer dormir sozinho porque tem um monstro no quarto, acalma a criança e “verifique” o local, mostrando que ali não tem nada assustador; o uso de um abajur ou uma lâmpada de tomada bem fraquinha pode ajudar, deixando o ambiente menos escuro, fazendo a criança se sentir mais segura.

12- Sonambulismo
O episódio acontece no estágio mais profundo do sono, o sonâmbulo pode murmurar, andar pela casa, atrapalhando o descanso e interrompendo a tranquilidade dele.
Solução: não há muito o que ser feito, é preciso adotar medidas para evitar que as crianças se machuquem; tranque portas e janelas, proteja as quinas e portas e tenha cuidado com as escadas. Caso isso ocorra, guie o seu filho para voltar pra cama o quanto antes e o ajude a deitar, mas sem acordá-lo.

13- Insônia
Mais comum nos adultos do que nas crianças, a insônia pode estar associada a problemas se saúde mental ou questões físicas como bronquite. A sonolência deixa a criança irritada, agressiva e ainda a prejudica no desempenho escolar.
Solução: procure o seu pediatra, ele é a pessoa ideal para verificar as causas da insônia. Gostou das dicas? Agora a hora de dormir não será mais um pesadelo.

Leave a comment